Entenda como a publicidade nativa melhora o posicionamento de marca

Vale a pena investir na distribuição de vídeos nativos na internet
Vale a pena investir na distribuição de vídeos nativos na internet?
18 de outubro de 2016
4 casos de sucesso de publicidade nativa
31 de outubro de 2016

Não dá para negar que a forma como os clientes interagem com as marcas está passando por uma mudança e tanto. Por causa disso, as empresas estão tendo que adaptar as suas formas de comunicação, afinal, os consumidores não querem mais ser interrompidos por uma propaganda que anuncia um produto em um momento indesejado.

Nesse cenário, uma das melhores formas de anunciar a sua marca é utilizando a publicidade nativa como uma forma de se fazer presente na cabeça do cliente, afinal, quando bem estruturada e aliada a um posicionamento de marca bem feito, ela vai ser mais suave, menos invasiva e trará benefícios para ambos os lados.

O post de hoje então vai te contar um pouquinho mais dessa nova forma de comunicação, o que se deve considerar ao adotá-la e apresentar algumas de suas vantagens!

Publicidade nativa

Como o próprio nome já sugere, publicidade nativa nada mais é que uma forma de apresentar o anúncio como se ele fosse realmente um “nativo” daquela página. O conteúdo patrocinado pela sua marca vai se misturar no meio dos outros conteúdos e não interromperá o cliente na sua experiência pelo site.

A importância do posicionamento da marca

Antes de tudo, é importante saber de maneira bem clara qual é o posicionamento da sua marca e qual público você quer atingir. Dominar bem isso pode ser extremamente útil na hora da sua empresa começar a fazer publicidade nativa, afinal você conseguirá fazer posts que serão interessantes para seus clientes no estágio em que eles se encontram.

Relevância nos dias de hoje

Hoje, os dados que temos acerca dos usuários clicando em anúncios não são nada animadores. Além disso, com a criação dos AdBlocks, ficou mais complicado ainda anunciar da maneira “tradicional”.

Pensando nisso, adotar a publicidade nativa pode ser uma solução e tanto para esse problema, afinal, seu conteúdo pode se tornar atraente o suficiente para o usuário e acabar o convertendo.

Resultados diferentes

Enquanto os banners tradicionais têm como objetivo uma interação mais direta e imediata, a publicidade nativa tem como objetivo gerar engajamento. Por mais que isso seja um processo mais lento, os seus resultados tendem a ser melhores — e as chances de o cliente se “apegar” à marca são maiores.

Gerar engajamento também resulta em clientes mais interessados no seu negócio, pois o conteúdo oferecido por você é relevante para eles. Isso tudo sem contar com os números de visualização acerca da publicidade nativa, que é aproximadamente 50% maior do que os banners tradicionais.

Estratégias de conteúdo

Por mais que publicidade nativa e marketing de conteúdo se assemelhem, eles não são a mesma coisa. Dependendo da forma que a estratégia for traçada, inclusive, é possível alinhar essas duas práticas. Você pode divulgar os seus conteúdos por meio de uma publicidade nativa, por exemplo.

Mas antes de investir em peso nessa estratégia, é importante ter um posicionamento de marca bem definido e optar pelos melhores canais de comunicação para veicular o seu anúncio, atingindo em cheio o seu público-alvo. Com um posicionamento já bem elaborado, investir nessa nova técnica de se comunicar pode ser uma jogada que trará mais retorno para sua empresa!

Gostou desse post? Que tal compartilhá-lo com seus amigos nas redes sociais?

 

Baixe o ebook guia completo sobre publicidade nativa

Victor Freitas
Marketing e Growth da YContent.com.br